• Nádia Simonelli

Marca especializada em sono lança duas novas linhas de colchões

Com design e tecnologia, a Zissou amplia seu portfólio pensando na crescente demanda pelo conforto em casa



Se pensar em um bom colchão já era uma questão importante, com a pandemia ela se tornou ainda mais. É que passamos a ficar mais tempo em casa e o conforto se tornou ainda mais importante — principalmente na hora de dormir. Foi pensando nisso que a Zissou, uma marca especializada em produtos que melhoram a qualidade do sono, lançou duas novas linhas de colchões. "Depois de mais de um ano de pandemia, ninguém aguenta mais ficar em isolamento em casa, e queremos transmitir as sensações que nossos novos produtos despertam no exato momento entre o dormir e o sonhar.", conta Ilan Vasserman, um dos três co-fundadores da marca.




A linha Coral traz o desejado sistema de conforto Zissou, com viscoelástico e látex, e possui duas opções de sistema de suporte - base de poliuretano de alta densidade ou uma base híbrida de molas ensacadas individualmente e uma camada de transição de conforto (a partir de R$ 3.800). E a linha Blue, também com sistema de suporte híbrido, que apresenta camadas adicionais de suporte, acabamento em matelassê de alta gramatura e uma capa com tecnologia deep freeze plus, que oferece resfriamento térmico mantendo o corpo na temperatura ideal para um sono mais profundo (a partir de R$8.400). Os colchões Zissou possuem 25 (Coral Original), 29 (Coral Híbrido) e 31,5 centímetros de altura (Blue).




De olho na necessidade de melhorar cada vez mais a qualidade do sono do brasileiro, afetada pela pandemia e a ansiedade decorrente dela, a start-up, fundada em 2017, sentiu que era mais do que urgente trazer novos produtos com avanços tecnológicos e matérias primas internacionais. "Vimos que era hora de uma evolução do nosso colchão icônico e aumento de portfólio, incluindo funcionalidades de ponta conservando a essência do produto", diz Andreas Burmeister, também co-fundador da marca.




Colchões na caixa

Assim como a primeira geração do Colchão Zissou, os novos produtos seguem o modelo de logística inteligente inaugurado pela startup no Brasil conhecido como bed-in-a-box, com colchões comprimidos à vácuo em caixas de 1,15m de altura.




Os novos colchões podem ser comprados no site da Zissou e também na paulistana Casa Zissou, que foi reinventada para o lançamento. Pensando sempre na melhor experiência para o cliente e redobrando os cuidados de higiene, a marca convidou o arquiteto Guto Requena para assinar seu novo espaço. “Somos maníacos pela experiência do nosso consumidor, e o projeto do Guto tangibiliza a nova jornada introduzida pelo portfólio. Tudo isso transmitindo a tecnologia da nossa marca de uma forma lúdica com interatividade”, completa Amit Eisler, que completa o trio de co-fundadores da Zissou.



Requena se inspirou nas caixas dos colchões, produzidas pela Klabin e um dos símbolos da Zissou, para recriar – e criar – o conceito dos ambientes e a jornada do consumidor, ressignificando as embalagens de papelão como pixels com degradê de cores da marca para transportar o cliente para o mundo dos sonhos. Os espaços com os colchões oferecem ao cliente uma experiência totalmente imersiva por meio de recursos audiovisuais e de iluminação, além de outras nuances sensoriais.


Outro ponto que vale ser mencionado é que a Zissou também reforça a sua proposta de 100 dias de teste, onde o cliente pode testar os produtos em sua própria casa e, caso simplesmente não se adapte e queira devolvê-los, recebe 100% do seu dinheiro de volta, sem cerimônias.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo