©2019 by Como a Gente Mora. Proudly created with Wix.com

  • Nádia Simonelli

Quem gosta de arquitetura brasileira não pode perder

Casa Modernista recebe exposição de Gregori Warchavchik



Andar por São Paulo é também aprender um pouco mais sobre a história da arquitetura brasileira. Aqui, surgiram nomes consagrados que inspiram até hoje arquitetos no mundo todo. O nosso modernismo é a base de muitas coisas que estão atualmente em nosso dia a dia.


E o arquiteto Gregori Warchavchik, ucraniano naturalizado brasileiro, foi quem criou a primeira casa modernista do país em uma época em que a Belle Époque parisiense, com suas linhas clássicas e Art déco, pautava a urbanização de São Paulo. Imagine a surpresa quando surgiu, em 1928, uma casa de linhas simples, retas e lindas! Foi neste ano que Warchavchik publicou o Manifesto Modernista, em que rompia com os padrões vigentes, estabelecidos pela burguesia, e priorizava a simplicidade das formas.



Para quem é fã de arquitetura, a notícia é das melhores: a partir de 27 de abril, a Casa Modernista recebe a mostra A Casa Modernista, que apresenta ao público a história do lugar. Com idealização de Silvia Prado Segall, a exposição reúne fotos, croquis e plantas que recontam a história de Warchavchik e sua relação com o espaço. Afinal, o lugar que um dia foi o lar do arquiteto e sua esposa, Mina Klabin, hoje é patrimônio histórico da cidade e desde 2009 funciona como um parque.


E quase tudo que tem no interior do imóvel foi criado por ele, desde o mobiliário até as luminárias. O jardim leva a assinatura de Mina, que também foi pioneira – este projeto de paisagismo é considerado o primeiro do modernismo brasileiro e misturas espécies tropicais nativas.


Ah, e na abertura da exposição, haverá uma apresentação especial do maestro João Carlos Martins e do tenor Jean William!

Vale a visita!


A Casa Modernista

Rua Santa Cruz, 325, São Paulo, SP

Abertura: sábado, dia 27/04 às 13h

Visitação: de terça a domingo, das 9h às 17h