• Luciana Mallet

Três habilidades não ensinadas no curso de arquitetura fundamentais para quem vai empreender


(GirlBiz Tips / Unsplash)

Então você decidiu ter seu próprio escritório de arquitetura e já deve ter percebido que não basta ter habilidade com os softwares e bons projetos. Aliás, em breve essas serão tarefas que você poderá ou precisará delegar.

Por outro lado, você vai precisar desenvolver cada vez mais pensamento estratégico, sua comunicação e liderança.

Estabelecer objetivos para a sua empresa é o que vai nortear suas decisões. É preciso analisar você! O cenário onde você está inserido, como vocês se relacionam, o que é preciso desenvolver, o que é preciso deixar de lado... Ou seja, criar uma estratégia. E isso é algo que não se faz apenas uma vez. Criamos estratégias, aplicamos, avaliamos, adaptamos e avaliamos de novo - periodicamente. Só você poderá criar essa estratégia. É algo que não pode ser terceirizado.

Na verdade, esse é um ponto importante na criação de sua estratégia: tenha clareza sobre o que pode e o que não pode ser terceirizado e não perca tempo atuando em demandas que outras pessoas poderiam estar fazendo por você, aquelas que não agregam valor ao serviço. Da mesma forma, tenha clareza sobre onde você brilha e o que não pode abrir mão de fazer.

Além disso, a comunicação costuma ser raiz de muitos problemas. Comunicação entre sócios, dentro da equipe, entre profissionais e clientes. Pontos mal esclarecidos, entrelinhas não lidas e más interpretações, geram desentendimentos que, ao decorrer do processo, podem ter graves consequências.

Se você tem dificuldade em se comunicar, é urgente que você busque desenvolver essa habilidade. Uma dica é você listar todos os pontos de atritos com os últimos clientes e parceiros para criar soluções, regras para começar a aplicar. Quanto mais clareza do que você quer comunicar, mais fácil será transmitir isso aos outros.

Quando sua comunicação for mais assertiva e sua estratégia estiver montada, você seguramente sentirá necessidade de contar com apoio de outras pessoas, e aí a liderança é fundamental, embora assuste muito, porque ninguém aprende na faculdade ou na pós-graduação como ser um bom líder e, em geral, tivemos maus exemplos ao longo da carreira. É importante definir que tipo de empresa você quer ser (lembra da estratégia?), o que faz sentido para você como pessoa física, definir regras, ter clareza sobre cargos, funções, remuneração, regras, contar com pessoas alinhadas com essas definições. Mas não se assuste, você pode ser um bom líder e fazer a diferença na vida das pessoas.


Sobre a arquiteta e consultora Luciana Mallet


Formada em arquitetura e urbanismo, Luciana Mallet sempre se mostrou dedicada à produtividade, pessoas e estratégia e, após trabalhar na área, decidiu repensar o mercado em que iria atuar dentro da arquitetura. Com a realização de um MBA em Gestão, Empreendedorismo e Marketing pela PUCRS, Luciana pode utilizar seu conhecimento e experiência como arquiteta para apoiar e desenvolver outros profissionais da área com consultoria e com a mentoria do planejamento estratégico para pessoas e organizações. Atualmente, atende cerca de 70 clientes por ano, de todo Brasil, que buscam um bom início de carreira e consolidação no mercado.



Para saber mais sobre o trabalho:

www.lucianamallet.com

coaching@lucianamallet.com

Instagram: @lumallet.para.arquitetos

0 comentário